Rio de Janeiro, 22 de novembro de 2010


NOTA DE ESCLARECIMENTO


A Rádio MELODIA, por intermédio de seu diretor presidente, Francisco Silva, vem a público esclarecer o que se segue, em razão de matéria jornalística de O Globo, edição de domingo:

1. O número do rádio nextel divulgado na referida matéria, é de utilização da Rádio MELODIA, assim como quase uma centena de outros números que são usados por diversas pessoas, funcionários ou não da Rádio, em função de necessidades diversas, sempre autorizadas pela Rádio, mas de difícil identificação de usuário por aparelho em determinado momento, já que jamais mantivemos esse controle.

2. O Senhor Ricardo Magro, já foi meu advogado em São Paulo, e além de conhecê-lo, mantive com ele vários diálogos, quer pessoalmente no Rio de Janeiro, São Paulo e até mesmo em Brasília, inclusive em diversas ocasiões por telefone ou até mesmo pelo rádio nextel sobre assuntos diversos, mas sem relação alguma com qualquer órgão federal, estadual e/ou municipal e, certamente, em período em que não era mais deputado federal, já que meu último mandato se encerrou em janeiro de 2003, sem prejuízo da minha prerrogativa de como ex deputado federal, poder, sempre, freqüentar quaisquer dependências do Congresso Nacional, privativa de parlamentar.

3. Além do mais, o diálogo relatado e atribuído a um rádio nextel pertencente á Rádio MELODIA, trata única e exclusivamente de assunto de duas empresas privadas, não caracterizando nenhum assunto envolvendo qualquer órgão público.

4. Esclareço mais, que não tenho, como nunca tive, envolvimento com qualquer atividade relacionada à matéria jornalística em comento, desconhecendo totalmente, qualquer prática do Senhor Ricardo Magro, que possa, por ventura, afrontar alguma legislação vigente no país.

5. Causa-me muita estranheza, que se existe um inquérito policial apuratório em andamento, em que a gravação de uma conversa mantida por um rádio nextel pertencente ao pool de quase uma centena de aparelhos utilizados pela Rádio MELODIA, tenha sido obtida, e via de conseqüência, não se tenha, primeiramente, solicitado qualquer esclarecimento que seja sobre o assunto, privilegiando-me com um foro de parlamentar federal, quando não mais exerço esse prestigioso mandato desde 2003, tendo desde aquela data, o foro comum como qualquer outro cidadão brasileiro.

6. A Rádio MELODIA, tomará as medidas judiciais cabíveis que o caso exige, sendo certo, que como sócio cotista majoritário e administrador da Rádio, estou, como sempre estive, à disposição das autoridades investidas, para os esclarecimentos que entenderem necessários.

Por: Francisco Silva, ex Deputado Federal e diretor presidente da Rádio Melodia
     

Clube Melodia

Twitter